Blog

Aqui você encontra os textos que já escrevi.

No mundo atual se tem a ideia de que ao tentar controlar todos os passos das crianças é possível impedir que ela se machuque, tanto fisicamente como emocionalmente. Daí surgem situações, por exemplo, em que os pais evitam deixar o bebê no chão para que comece a engatinhar e o colocam na cama, ou tentam esconder da criança o falecimento de um parente próximo por temer que a criança fique triste.

Pura ilusão. Essa tentativa, além de ser estressante para os pais, não garante que a criança fique livre de riscos.
É comum querer proteger a criança, mas é importante pensar se o desejo de proteção não está excessivo. A criança também precisa de um espaço em que possa errar, se machucar e que possa aprender com isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *